Confira estas 4 dicas para fazer renda extra

Existem casos que mesmo estando empregado, o salário pode não ser suficiente para pagar todas as contas de casa, bancar lazer e quitar os boletos. Claro, isso vai depender do tipo de emprego e cargo que cada um ocupa.

Mesmo que você esteja em um emprego que seja possível quitar todas as contas do mês com esse salário, é possível fazer um dinheiro extra todo mês para poder investir. Por isso, neste artigo vamos dar 4 dicas de renda extra para você!

Imagem: Christin Hume/Unsplash

Vender coisas usadas

Essa pode ser uma excelente ideia em diversos contextos, principalmente se você está precisando imediatamente de uma certa quantia de dinheiro. Então, dê uma boa olhada nas coisas que você tem em casa, objetos que não usa mais e até roupas em boa condição que não servem mais.

Algumas fontes de renda é necessário você investir inicialmente um certo valor para depois começar a lucrar, então, a vantagem da venda de usados é o fato de tudo já ser seu e não precisar comprar ou gastar muito inicialmente.

Para te ajudar nessa missão, além de divulgar pessoalmente para as pessoas e nas redes sociais, você pode anunciar em sites de compras como Mercado Livre e OLX. Além de ser gratuito para anunciar, lá você consegue ter uma noção de quanto cobrar pelo seu produto.

Imagem: Artificial Photography/Unsplash

CONFIRA MAIS: Renda extra: veja 4 dicas para lucrar mais mensalmente

Venda de artesanais

Esse também é algo muito comum para quem está querendo ter uma graninha extra. Então, se você sabe fazer brigadeiro, bolo no pote, algum quitute ou qualquer outro produto que seja útil (como um suporte para smartphone), aproveite a oportunidade!

Uma das desvantagens é o fato de que talvez seja necessário um investimento inicial – como a compra dos materiais na fabricação -, porém, o retorno financeiro é imediato.

A única regra é que você use sua criatividade. Aliás, tente ver como o seu produto vai atender as necessidade dos clientes e monte estratégias para que essa necessidade seja suprida de forma eficiente e lucrativa.

Seja um afiliado

Com o crescimento do mercado do marketing digital, esse ramo tem sido cada vez mais comum. Aliás, o mercado de afiliado é basicamente você tornar-se um revendedor de infoprodutos.

Então, por exemplo, um profissional cria um curso online de como tocar teclado e caso você se interesse, ele irá te treinar de como vender o curso dele e ao fazer isso, você ficará com uma porcentagem das vendas. Claro que existem variações e algumas diferenças de afiliação para afiliação.

Freelancer

Ainda ligado ao tópico anterior, há diversas opções para quem quer e pode trabalhar no digital. Uma delas é trabalhar como freelancer, aliás, pode ser de editor de vídeo/imagem, redator, tradutor e infinitos outros.

Basicamente, uma pessoa te contrata para você fazer um trabalho pontual e curto e você recebe por isso. Então, por exemplo, um designer gráfico é contratado para criar a identidade visual de uma empresa e ao terminar, o profissional recebe pelo trabalho feito.

Uma das vantagens é o fato de você conseguir fechar várias parcerias pois não há um contrato de fidelidade, trabalhar o horário que quiser e puder e por fim, cobrar o valor que você acha que seu trabalho realmente vale.

Conclusão

Há infinitas e diversas possibilidades, basta enxergar uma necessidade a ser suprida e buscar formas de solucioná-la de forma lucrativa!