Declaração do Imposto de renda – Confira como e quem deve declarar

0
41

Na vida adulta, as obrigações são tantas que por vezes nos esquecemos de algumas responsabilidades que competem a nós. São boletos, contas, compromissos e diversas outras tarefas que fica até difícil lembrar de tudo.

Entre essas obrigações, uma das mais importantes é o Imposto de Renda. Você já declarou alguma vez na vida? Afinal, o que realmente é essa declaração? Quem precisa fazer? Como funciona? Essas e outras perguntas nós esclarecemos logo abaixo.

declarar-imposto-de-renda

O que é Imposto de Renda (IR)

De forma básica, o Imposto de Renda é um tributo/tarifa cobrado sobre a sua renda. Então, é basicamente um imposto cobrado em cima daquilo que você ganha de forma financeira. Com isso, o Governo Federal consegue traçar seu histórico de patrimônio.

Porém, para que isso ocorra é necessário que você mostre para a Receita Federal – órgão do Governo responsável por isso – o tanto que ganhou, mesmo sendo muito ou pouco (falaremos mais sobre isso logo abaixo).

Isso é feito por meio da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda sobre Pessoas Físicas (IRPF). Então, aproximadamente de março a abril, você precisa declarar todas as suas rendas do ano anterior para a Receita Federal. Abaixo explicamos quem precisa fazer isso e como fazer!

Imagem: Towfiqu barbhuiya

VEJA TAMBÉM: PIS/PASEP – Saiba como consultar e sacar o benefício

Quem precisa declarar o Imposto de Renda

De acordo com o site da Receita Federal, devem efetuar a Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF) quem:

  • Recebeu mais de R$28.559,70 no ano a ser declarado;
  • Teve os rendimentos dos investimentos anual acima de R$40.000,00;
  • No caso de atividade rural, teve rendimento anual maior que R$ 142.798,50;
  • Pretende compensar algum saldo devedor de imposto;
  • Adquiriu posse ou propriedade de algum bem acima de R$300.000,00;
  • Conseguiu qualquer ganho de capital na alienação de bens ou direitos, ou então efetuou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Passou a ser considerado residente no Brasil em qualquer mês do ano a ser declarado;
  • Optou pela isenção do imposto sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais.

Esses são todos os casos que é necessário que você faça a sua declaração. Sei que pode parecer muita informação e você ficar perdido, mas é muito importante que você declare tudo para não correr o risco de ficar inadimplente.

Como declarar o IRPF

Agora que você já sabe quem deve ou não apresentar suas rendas e gastos, veja como fazer isso.

Para facilitar esse processo, a Receita Federal criou o sistema Declaração do Imposto de Renda. Então, basta baixar o programa no seu computador e ir preenchendo com as informações necessárias que são pedidas. No fim, ele vai gerar um documento com todas as suas maiores atividades financeiras do ano.

Vale lembrar que não basta declarar só sua renda e gastos anuais, é necessário declarar a casa, carro/moto, plano de saúde, escola dos filhos, algum dinheiro guardado em conta e quase tudo que você possui. Todas essas informações podem ser colocadas no sistema de declaração.

Em muitos casos que envolvem gastos de saúde e educação, o Governo normalmente dá desconto no imposto ou então até restitui.

Caso você não saiba o valor de tudo o que ganhou, é possível pedir os rendimentos anuais para o seu trabalho (ou antigo trabalho) e para o seu banco, por exemplo.

Como pagar o Imposto de Renda

Depois disso tudo, um balanço será feito com todas as informações que você inseriu e logo será gerado um boleto (Documento de Arrecadação da Receita Federal – DARF) caso você precise pagar o imposto.

Em caso de restituição (ou seja, o Governo precisa te devolver algum valor), lá na plataforma também será informado isso.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here