Veja 3 motivos que te levam a se endividar e como se livrar deles

No nosso dia a dia é quase impossível alguém que não possua pelo menos uma dívida – muitas vezes a pessoa endividada é você. Provavelmente, esses déficits se devem ao fato de grande parte dos brasileiros não possuírem educação financeira.

Obviamente, ninguém gosta de estar nessa situação de devedor, porém, como se livrar disso. Para isso, é extremamente importante que você saiba identificar o que te faz gastar e perder o controle de suas finanças. Neste texto, vamos te ajudar a identificar esses empecilhos e eliminá-los.

Fonte: Canva.com

Educação financeira é a chave

Como dito anteriormente, normalmente, grande parte dos brasileiros não tem – e não tiveram – nenhuma educação financeira. As pessoas que aprenderam sobre este assunto geralmente foram buscar por conta própria.

A educação nessa área não é tratada como necessidade, por isso crescemos como adultos que não possuem muita ideia de como administrar seu dinheiro. Diante disso, para que você consiga livrar-se das dívidas é muito importante que você tenha um mínimo conhecimento financeiro.

Claro, isso deve partir de você ir atrás de aulas sobre economia do dia a dia, como funcionam questões financeiras que fazem parte da sua rotina (como um supermercado), como separar sua renda e coisas parecidas. Depois desse passo básico, podemos entender como livrar-se das dívidas.

Fonte: Canva.com

SAIBA MAIS: Confira 4 dicas essenciais para sair das dívidas agora mesmo

Todos os créditos podem ser um problema

Quando digo isso, inclui cartão de crédito, empréstimo, cheque especial e todo e qualquer serviço que envolva você usufruir de um valor e pagar por ele depois – incluindo juros ou não. Para os endividados, esse tipo de serviço pode ser o terror – ou deveria ser.

Por isso, é muito importante saber usar esses tipos de benefícios para que eles não se tornem malefícios. Obviamente, eles não necessariamente são ruins, mas é necessário que o consumidor saiba usá-los da maneira correta.

Pare de consumir além do necessário

Entre empréstimos e outros tipos de dívidas, talvez o consumo excessivo da sua renda seja o principal motivo do porquê você está com dívidas. Por isso, é muito importante você sempre ter o controle de quanto você ganha e o quanto você gasta.

Aliás, uma dica muito importante é: viva abaixo do seu padrão! Nunca gaste além da sua renda, na verdade, é interessante que seus gastos sejam menores do valor da sua renda, assim, sobra até dinheiro para fundo de emergência e investimento.

Aliás, o uso de cartão de crédito, por exemplo, pode dar uma falsa noção de que temos aquele valor – e sabemos que teremos que pagar o boleto depois.

Para que isso não aconteça, é importante você analisar o que é mais importante para você no dia a dia e economizar naquilo que não é tão necessário. Assim, suas dívidas pouco a pouco vão sumindo.

Reserva de emergência

Por fim, uma das coisas que pode te ajudar bastante a evitar dívidas é que você crie um fundo de emergência. Muitas dúvidas surgem de algum gasto que precisamos fazer com urgência ou algum tipo de despesa inesperada.

Assim, a reserva de emergência auxilia bastante nesses casos, pois aquele gasto surpresa não vai interferir muito nas finanças, pois você usará um valor que já está guardado. Planejando os imprevistos, as chances de você entrar em dívidas são bem menores.

Os passos citados não são regras, são apenas dicas que podem te ajudar a se livrar cada vez mais rápido das dívidas – e te ajudam a possuir uma educação financeira bem melhor.