Doce lar: Confira as principais dicas para você conquistar seu primeiro imóvel

0
44

Ter um cantinho para chamar só de seu é algo que muitos querem conquistar. A sensação de chegar em casa depois de um dia pesado de trabalho, sentar no sofá e ficar olhando os móveis da sua casa é algo indescritível.

Com o preço dos imóveis cada vez mais em alta, atingir esse alvo pode parecer algo muito distante de ser alcançado. Porém, não é completamente impossível e é por isso que neste artigo iremos te mostrar algumas dicas que podem te ajudar a finalmente adquirir seu primeiro imóvel.

Imagem: Maria Ziegler – Unsplash/ Reprodução

Finanças alinhadas

Pode parecer muito óbvio, mas espera um minuto que esse tópico faz muito sentido! Até porque, independente de comprar imóvel ou não, é extremamente importante que você tenha finanças muito bem organizadas.

Sendo assim, é essencial nesse processo que você saiba a sua condição financeira atual e até tenha um planejamento sobre o futuro. Já com uma noção de quanto você ganha e gasta, você poderá identificar quais gastos reduzir e cortar do seu orçamento, até porque, todo esforço para adquirir um imóvel é válido.

Por isso, zerar todas as dívidas que você ainda possui, finalizar grandes parcelas e começar a traçar planos concretos futuros e possíveis de serem realizados para a compra do imóvel pode ser um grande primeiro passo para a realização desse sonho.

Imagem: Tierra Mallorca – Unsplash/ Reprodução

Primeiro alvo e expectativas

Nesse momento, a escolha do imóvel é o processo mais importante e o principal alvo de tudo isso que estamos falando. Todo mundo gostaria de ter uma casa espaçosa, com boa estrutura e bem localizada, porém, essas características requerem mais investimento financeiramente por parte do comprador, ou seja: são mais caras.

Por isso, ao fazer uma pesquisa sobre qual será sua nova moradia é fundamental levar esses pontos em consideração para que eles estejam alinhados com sua renda financeira. Veja quais os pontos que são mais importantes para você e encaixe na realidade do seu orçamento.

Além disso, escolher entre um terreno na planta e uma casa já construída impactará bastante nos seus planos financeiros.

Financiamento e valor guardado

Sabemos que o valor de um imóvel não é nada baixo no Brasil, financiar um então se torna mais caro ainda se formos ser sinceros. É muito comum que as imobiliárias e instituições que prestam esse serviço só financiam 80% do valor do imóvel e os outros 20% o comprador paga a vista.

Por isso, pelo menos esses 20% devem estar incluídos no seu orçamento para você conseguir dar entrada. Porém, quanto maior for o valor que você conseguir dar a vista, melhor será já que o juros aumenta de acordo com a quantidade de parcelas.

Simule guardar dinheiro

Depois de dar entrada no imóvel, boa parte da sua renda estará comprometida com as parcelas por um bom tempo. Então, simule guardar 30%-40% da sua renda para ver como você conseguirá viver com esses 70%-60% da sua renda.

Claro que esse valor pode variar, mas já é uma boa simulação que evita apertos financeiros. Além do mais, você pode guardar esse valor da simulação em um investimento fixo que te dá segurança e ainda rende para você.

Reserva de emergência

Por fim, mas não menos importante, nesse processo podem surgir (e provavelmente vai surgir) gastos extras e emergenciais. Mas até nesses contextos, é possível que você se planeje para minimizar ao máximo os imprevistos. Por isso, é tão importante possuir um fundo de emergência.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here