Saiba quais são os principais impostos que você deve ficar atento

Quando entramos na vida adulta, criamos muitas expectativas, projetos e é muito comum idealizar de como seria. No meio disso tudo, há algumas obrigações que às vezes até sabemos, mas não sabemos como funcionam muito bem pois antes não fazia parte da nossa realidade.

Entre essas obrigações temos os impostos que podem causar uma dor de cabeça se não ficarmos atentos de como funciona cada um. Por isso, neste artigo vamos mostrar pra você alguns dos principais impostos que normalmente pagamos – e que é bom você estar atento.

Imagem: Towfiqu barbhuiya – Unsplash/ Reprodução

Imposto x taxa

Antes de falarmos o nome de cada um, é comum ser um pouco confuso saber para onde vai cada valor que a gente como cidadão paga, até porque, podem ser muitos ao mesmo tempo e alguns deles são confusos. Porém, algo que já vai te ajudar nesse processo é entender a principal diferença de imposto e taxa – afinal, eles são parecidos.

A taxa é um valor cobrado em cima de um serviço ou produto específico e pontual. Não é algo que todos os anos você precisa ou que todo mundo irá pagar, já que depende de um serviço ser realizado. Uma das características comuns das taxas é o fato delas normalmente serem um valor fixo.

Como o próprio nome já fala, o imposto é um certo valor que temos que pagar obrigatoriamente para o Governo. Isso serve para que os custos de alguns serviços do Estado possam ser custeados (como saúde, educação e outros). Uma característica dele é que na maioria das vezes é uma porcentagem cobrada em cima de um valor.

Imagem: Trent Erwin – Unsplash/ Reprodução

Declaração do Imposto de renda – Confira os prazos e onde declarar

Confira as 5 dicas principais de como pagar mais barato nas suas dívidas

Imposto de Renda

Se você já passou dos 18 anos, é quase impossível você não ter pelo menos ouvido falar do temido Imposto de Renda. O IR é feito em todo começo de ano e obrigatório para todas as pessoas (que recebem acima de R$ 28.559,70) e empresas. Essa é a principal arrecadação da União e o processo é feito pela Receita Federal.

IPTU

O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) deve ser pago anualmente pelos proprietários de imóvel urbano. O valor é definido pelos municípios e varia de imóvel para imóvel, além do fato de poder ser parcelado.

IPVA

Já o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é voltado para os donos de veículos, o valor é definido por cada estado e varia de acordo com o tipo e preço do veículo. E assim como o IPTU, pode ser pago à vista ou parcelado.

IOF

Já o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), não é algo que você vai a uma lotérica pagar, mas ele está incluso em vários contextos como o uso de cartão de crédito, empréstimo, seguro, ativos financeiros, transações de câmbios e outros.

ICMS

Assim como o IOF, você paga o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), mas nem percebe, pois o valor está embutido. Ele é cobrado em casos de compra de produtos ou contratação de algum serviço.

Obrigatoriedade de pagamento

Tirando os 2 último impostos (IOF e ICMS), os outros citados acima são obrigatórios. O não pagamento deles pode gerar principalmente multa, mas pode ter outras consequências como a apreensão do veículo ou leilão do imóvel no caso do IPTU e IPVA.

Mas claro que pode ocorrer de perder o prazo ou não ter todo o dinheiro para pagar. Nesses casos, sempre entre em contato com o órgão responsável pelo imposto e negocie para que a dívida não aumente ou algo mais drástico aconteça.